Marketing Digital

O que são buyer personas e como criá-las

By 5 de outubro de 2016 Sem Comentários

O que são buyer personas e como criá-las

Buyer Personas são ferramentas importantes para criar uma estratégia de marketing digital vencedora. Isso porque elas são responsáveis por definir como você vai conversar com o seu público, indicando qual a linguagem mais apropriada e quais canais de comunicação utilizar.

Quer entender como isso é possível? Descubra agora a diferença entre Buyer Personas e público-alvo e veja a importância de basear sua persona em dados. Ao fim do texto, você ainda terá um bônus com 4 dicas exclusivas para criar sua persona. Confira!

Público-alvo x Buyer Personas

Quando falamos em público-alvo, utilizamos dados demográficos (como idade, sexo e localização, por exemplo) para definir as características generalistas dos potenciais consumidores. Dessa forma, um exemplo de público-alvo de uma empresa pode ser: homens que recebem até 3 salários mínimos, de 20 a 30 anos e que residam em São Paulo.

Já a Buyer Persona vai muito além desse conceito. Ela é a personificação do seu consumidor ideal. Um avatar que você cria com base em dados coletados. Algumas informações que podem ser consideradas são, por exemplo: hábitos de consumo (onde e o que essa persona costuma comprar), as principais dificuldades (vender mais), as redes sociais que ela mais utiliza, entre outras informações específicas.

Por que Buyer Personas são tão importantes?

Seus consumidores utilizam mais o Facebook ou o Twitter para consumir conteúdo? Eles preferem uma comunicação mais séria ou uma linguagem mais descontraída? Quais são os principais problemas que eles possuem? A sua empresa pode ajudar a resolvê-los?

É com base na sua Buyer Persona que você responderá a essas e outras perguntas. Na fase de planejamento da estratégia de marketing digital, definir tais pontos é crucial para otimizar os recursos disponíveis tanto para a produção de conteúdo quanto para a divulgação. Com essa definição fica mais fácil conversar e atingir os clientes que fazem mais sentido para sua marca.

A importância dos dados

Para que a sua estratégia seja realmente certeira, é fundamental que a Buyer Persona seja definida com base em pesquisas, desconsiderando totalmente os “achismos”. Para isso, crie um banco de dados com todos os consumidores que sua empresa já atendeu e analise tanto os dados demográficos quanto os hábitos de consumo.

Outra possibilidade para montar uma boa Buyer Persona é realizar pesquisas com sua base de clientes e também com potenciais consumidores. Defina as perguntas de acordo com as principais dúvidas que possui, tais como quais redes sociais elas mais utilizam e se procuram o produto no Google ou em algum site específico.

Dicas práticas para a criação de uma Buyer Persona

Para facilitar sua compreensão — e a sua vida — separamos 4 dicas práticas para ajudá-lo a montar a sua persona. Vamos lá:

1. Compile dados de diferentes fontes

Como falamos no último tópico, reúna o máximo de informações acerca de seus consumidores e potenciais clientes.

2. Análise e compilação

Separe os dados por fatores demográficos (sexo, idade, localização) e hábitos de consumo (redes sociais mais utilizadas, dispositivos pelos quais costumam comprar, principais problemas). Analise e crie uma planilha simples de ler e entender.

3. Crie um avatar

Dê um nome para a sua persona, idade, onde vive, com quem vive. Ela se conecta por tablet ou desktop? Onde costuma comprar? Quais seus principais desafios, profissionais e pessoais? É aconselhável, inclusive, utilizar uma foto para deixar o avatar mais realista.

4. Planeje sua estratégia

Agora que você já sabe com quem irá conversar, defina a linguagem a ser utilizada por sua marca, em quais canais estará presente e que tipo de conteúdo será produzido!

 

E aí, já criou as Buyer Personas do seu negócio?
Restou alguma dúvida sobre o assunto?

Deixe um comentário abaixo e compartilhe conosco!

Deixe um comentário sobre a publicação.